Thursday, September 22, 2005

aniversário, não o meu.

Que Balzac te receba de braços abertos em prosa, verso e poesia.
Desejar-te felicidade hoje, seria lugar comum demais. Te desejo mais certezas, mais verdades, mais criatividade, realizações e maturidade. A felicidade? Esta chega como quem não quer nada e para ela não há tempo, nem dia, muito menos datas e horários marcados. Esteja sempre pronto para recebê-la, pois uma vez bem tratada ela sempre volta.

Aproveite bem o dia que o destino marcou para ser teu.

OBS.: realmente feridas se fecham e pesadelos se vão. HAHAHAHAHAHHAHAHAHA!

1 Comments:

Blogger philhunor4038 said...

i thought your blog was cool and i think you may like this cool Website. now just Click Here

8:14 AM  

Post a Comment

<< Home