Thursday, April 14, 2005

Não me arrependo.

Escorada no ombro sempre convidativo da garrafa, descansei minha fronte. À ela revelei alguns desejos e sem que eu pedisse, me aconselhou. Fui em direção ao inesperado e o improvável aconteceu. Hoje depois de tentar arrancar todo o sentimento de culpa através de vômitos desenfreado, trago o corpo doído, a alma dilacerada, a dor da perda e de palavras que poderiam um dia a serem palavras amigas, mas não me arrependo...

É assim: sem arrependimentos, apesar da dor no estômago que sem dúvida, é maior em função da cachaça, que inicio este blog.
Sem culpas e vamos adiante...

1 Comments:

Blogger hilary43beverly said...

Are you Alone? If you are click here to meet and start dating some of the best people that will give you what you want for free in your local area. did I mention that this is a Free Service

5:07 AM  

Post a Comment

<< Home